Entrevista De Jackson Rathbone

03/08/2010 18:14

Image and video hosting by TinyPic

Jackson Rathbone: As coisas finalmente estão acontecendo de uma boa forma para mim. Já era hora!

“Eu não faço a mesma coisa duas vezes.”

Além do personagem que ele interpreta na saga Twilight, Jasper Hale, Jackson Rathbone está atualmente no poster de The Last Airbender, de M. Night Shyamalan. Um papel que permite que ele mostre toda a extensão de seu talento no campo das artes marciais.

One Magazine: Nos Estados Unidos, Eclipse e The Last Airbender saíram ao mesmo tempo. Qual filme você quer ver no primeiro lugar nas bilheterias?

Jackson Rathbone: Para ser honesto, eu me considero sortudo por estar em dois filmes ao mesmo tempo! Antes disso, eu apreciei uma quantidade de projetos que ninguém ia ver nos cinemas. As coisas finalmente estão acontecendo de uma boa forma para mim. Já era hora!

One: Como você foi parar no personagem do Sokka?

JR: Quando eu conheci M. Night Shyamalan, o diretor do filme, há três anos, nós imediatamente nos demos bem. Inicialmente, eu fiz a audição para o papel do Príncipe Zuko e ele me disse que estava pensando em outro papel para mim. Então, eu não ouvi nada sobre o filme por três anos. Então ele voltou e me pediu para interpretar Sokka, e eu fui contratado. Eu sou um fã da série de desenho, eu sempre amei histórias de fantasia com uma mitologia tão rica. E com esse papel, eu finalmente tenho uma chance de mostrar que eu posso fazer mais do que simplesmente interpretar um vampiro. Ele também me dá a oportunidade de ser muito menos sério do que Jasper, já que Sokka tem várias cenas cômicas.

One: Você está cansado do papel do Jasper?

JR: Não, mas eu tento interpretar personagens muito diferentes de filme para filme. Eu não faço a mesma coisa duas vezes. Eu gravito natualmente em direção à projetos nos quais o público não espera me ver neles.

One: Que tipo de treinamentos você teve que seguir para esse filme?

JR: Eu estudei uma forme de kung fu chamada Gong Li Quan, baseada nas técnicas dos monges Shaolin. Os moviementos dos pulsos são extremamente rápidos e agressivos. Eu também aprendi a lutar com um bastão e até com um boomerang. Então nós tivemos que me fazer parecer menos experiente para parecer com o verdadeiro Sokka, um rebelde que se compromete com uma batalha com tudo o que ele tem e sem técnicas especiais. Eu adorava meu treinamento para o papel vários meses antes do filme. Foi uma experiência fascinante.

One: Qual foi a sua lembrança favorita das filmagens?

JR: Todas as cenas que filmamos em Greenland. Eu nunca tinha estado lá e é verdadeiramente um lugar mágico. Foi muito físico, já que as condições climáticas eram extremas, mas a natureza era maravilhosa. Esse não é o tipo de lugar onde você pode ir nas suas férias em geral e eu acho que eu nunca iria lá sem ser pelo filme. Então é uma experiência que eu vou me lembrar até o fim dos meus dias. É precisamente para viver esse tipo de coisa que eu me tornei ator. Nós começávamos todas as manhãs aterrisando no topo de um iceberg de helicóptero. Nós não conseguíamos imaginas um destino mais exótico que aquele.

One: Você não sofreu muito com o frio, certo?

JR: Eu tive que vestir várias camadas de calças longas embaixo das minhas roupas para não congelar, e eu tinha luvas feitas de neoprene para evitar que congelasse as mãos. Uma pessoa pode facilmente perder um dedo ou dois sem perceber, em tal ambiente. (Risos)

One: Na sua opinião, há similaridades entre Twilight e The Last Airbender?

JR: Sim, porque os dois filmes são sobre família e, mais especificamente, família adotivas. Nos dois casos, os personagens são de clãs muito unidos que vão além das ligações sanguíneas. Eu, nos dois casos, assinei para trilogias, e espero que esse dia chegue.

One: Quais são seus novos projetos?

JR: Em breve eu pretendo voltar ao estúdio e aos palcos com minha banda, 100 Monkeys. Nós lançamos uma nova faixa chama Future Radio e nós vamos continuar em tour pelos Estados Unidos. Então, eu pretendo fazer futuras aparições na TV em vários shows. Eu adorei interpretar um papel em um episódio de Criminal Minds, e eu vou repetir essa experiência. A televisão oferece perspectivas fascinantes para um ator como eu, que quero variedade nos papéis. Eu sonho em interpretar comédias como a sitcom Philadelphia.

One: Foi estranho para você trabalhar com atores que você não conhecia, depois de Twilight, no qual você é amigo de todos?

JR: Sim, foi um pouco estranho chegar no set e ver rostos que não eram familiares. Mas é mais a realidade de um ator do que o contrário. Em Twilight, nós somos um ótimo grupo de amigos com o elenco e a equipe. Nós nos encontramos periodicamente e voltar é como voltar à um acampamento de verão. Mas em The Last Airbender, eu também fiz amigos e foi muito emocionando dizer adeus à todos no final das gravações.

Fonte: TwilightLadies


 
Voltar

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.