Entrevista com Taylor para a Revista italiana

27/07/2010 18:30

 

Image and video hosting by TinyPicEle estudou artes marciais (como você pode ver). Quando encontramos Taylor Lautner no Hotel DeRussie, em Roma,tivemos imediatamente a impressão de estarmos de frente a um atleta. “Meu personagem mudou muito desde o primeiro filme, se eu quisesse chegar ao Segundo, eu tinha que malhar. Comecei a trabalhar com um personal trainer e estudei os livros de Stephenie Meyer. Ganhei muitos quilos e tentei melhorar meu personagem Jacob fisicamente e psicologicamente”. Ele não quer falar sobre sua “carreira” porque ele pensa sobre o presente e não sobre o que vai acontecer no futuro.

Garry Marshall, que recentemente te dirigiu em Valentine’s Day, disse que você é um artista muito talentoso e está destinado a ser um astro…
Sério? Não sei o que dizer, estou feliz com isso. Espero que ele esteja certo porque eu sempre sonhei em fazer isso na vida. Como ator, espero fazer muitos experimentos e não me repetir. A Saga Twilight foi algo muito grande para mim porque eu tive a chance de fazer as pessoas saberem quem eu sou. Agora estou me concentrando no meu novo filme, Abduction, dirigido por John Singleton, no próximo capítulo da saga e estou trabalhando num filme que sairá em 2012: Stretch Armstrong.

 

Qual é o personagem dos seus sonhos?
O próximo. O papel mais importante é sempre aquele que você está prestes a encarar.

O que te mantem com os pés no chão?
Minha família, meus amigos… o que é importante não é jogar para o alto o que você é. As pessoas se metem em problemas quando se tornam outra pessoa. Então você perde as pessoas que são importantes. É como se eu tivesse uma vida dupla: a antiga, que ainda continua a mesma, e esta nova como ator, que me permite viajar e ver garotas com meu nome tatuado em seus braços. Em casa, minha vida é normal como qualquer outra pessoa.

Isso não parece te incomodar.
Nenhum pouco. Não vou mudar minha situação por nada no mundo.

O que você pensa das garotas (exceto as tatuagens)?
Lealdade. Minha mulher ideal deve ser honesta e sincera. Eu tenho que confiar na minha mulher.

Você já “dividiu” uma mulher com um amigo?
Felizmente não, pelo menos não até agora.

Vamos falar sobre suas fãs. O que você acha delas?
Elas são ótimas! Se não fosse por elas, eu não estaria aqui tendo essa entrevista.

Como leitor e expectador, o que você acha da Twilight Saga?
de todos os livros, o meu favorito é Eclipse, então é também o meu filme favorito. Não sei sobre Breaking Dawn porque ainda não lemos o script. Eclipse tem tanta ação e Jacob mudou nos três filmes. Ele é muito consciente da situação… e muito de boa!

Sobre ser de boa: o que é tão fascinante em relação aos lobos?
ter essa personalidade problemática e as lacerações interiores que se criam. Acho que interpretar um personagem com uma vida partida em duas é muito fascinante para um ator. Lobisomens seguem seus instintos e isso é uma coisa com a qual eu consigo me identificar, mesmo se nos últimos anos eu tento me aconselhar com alguém antes de toda decisão.

A quem você pede conselhos?
Pessoas em quem eu confio: meus amigos e meus pais.

Você gosta de correr riscos como ator?
Absolutamente. Como ator eu posso me arriscar sem colocar em perigo minha vida real, então deve-se correr qualquer risco possível. Admiro Jacob por ser quem ele é: um homem que nunca desiste e defende aquilo em que ele acredita. Conheço pessoas que preferem Edward, e eu posso entender isso, ele é um cara muito legal.

Se você pudesse escolher filmes que expressam a sua personalidade, quais você escolheria?
Para minha parte romântica, eu escolheria The Notebook; para meu lado lutador, eu escolheria O Gladiador. Eu realmente gosto de filmes de super herói, como Batman ou Homem Aranha. Recentemente, descobri o Homem de Ferro, pela maravilhosa interpretação de Robert Downey Jr.

Atuar é “o seu caminho”?
Agora estou feliz como ator. Eu provavelmente seria um atleta agora, mas atuar envolve ambos, o físico e o psicológico, então posso tentar tantas coisas diferentes. Gosto de escrever também e, quem sabe, talvez algum dia eu possa dirigir alguém em um filme. Mas é cedo demais para falar sobre isso.

 

Fonte: Twilightitalianmoms via Gossip_dance
Voltar

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.