Entrevista com Peter Facinelli

02/09/2010 15:02

[13:20] Explica porque é Team Edward:

“Sou Team Edward. Porque ele é meu filho e gosto de manter as coisas em família. Mas além disso, se eu não tivesse nenhuma ligação com a historia, eu definitivamente seria Team Carlisle. Rs. Eu seria Team Edward. Eu ainda assim seria Team Edward. Acho que, não sei… tem algo a ver com o fato de viver pra  sempre, sei lá, eternidade…”

 

[14:05] Fala o que acha de trabalhar com Robert:

“Dá vontade de bater nele de vez em quando…Rs, brincadeira! Ele é fantástico, …na primeira vez que filmamos Crepúsculo foi engraçado, Catherine Hardwicke veio com uns apliques de cabelo e achou que seria legal Edward com cabelo grande… então encotrei Rob e ele parecia esquisito com aquele cabelo longo, sabe …como se fosse um mendigo. Então pensei: É isso que vai interpretar  Edward Cullen? Então pensei ‘OK’. Daí fizemos 3 dias de ensaios e Rob também odiou os apliques, ele literalmente odiou. Daí conversamos com Catherine e explicamos, então no quarto dia de ensaio ele apareceu com aquele cabelo ‘marca  registrada’  daí eu pensei: Esse é o Edward! Mas ele é um cara legal, adorei trabalhar com ele, ele é muito profissional e esté sempre pensando, ele é muito intenso, está sempre pensando. E é divertido passar o tempo com ele.”

[16:23] Sobre se imaginava que a Saga se tornaria um fenômeno. Menciona as saídas com o elenco onde Rob tocava em bares:

“Não, nenhum de nós esperava que fosse um fenômeno. Quando estávamos filmando e ninguém sabia do que se tratava Crepúsculo nas redondezas. Então podíamos sair pra nos divertir e ninguém fazia perguntas sobre o filme. Lembro que saíamos para bares em que o palco é  livre  e Robert Pattinson tocava violão e três ou quatro pessoas da equipe apareciam pra curtir e foi bem legal. Ninguém sabia que depois que o filme fosse lançado não conseguiríamos fazer mais isso.”

[53:23] Atores com quem mais gostou de trabalhar:

“Eu tive oportunidade de trabalhar com tanta gente legal… Burt Reynolds, Edie Falco, Robert, Kristen, toda a turma de Crepúsculo, hum, Kevin Spacey, Danny de Vitto, (…)”

[59:00] Fala sobre as travessuras que já aprontou nos sets e a estória das ‘cartas’:

” Em Lua Nova, acho que já contei essa história antes, então me perdoem se vocês já ouviram. Estávamos em uma loja e tinha um cartão, e na parte de fora do cartão tinha escrito ‘Você não é o que você faz’ e tinha tipo uma ponte com um córrego na frente. Quando você abria o cartão dizia ‘Com sorte um dia você encontrará um trabalho que combine com você’.  Então comprei esse cartão e dei ele pra o Robert Pattinson, achei que seria engraçado. Eu disse ‘Cara comprei um cartão pra você’ e ele disse ‘Oh, obrigado’  e então ele leu e disse ‘Obrigado!’. E ficou ali…Daí falei ‘Não, é uma brincadeira!’ e tive que explicar pra ele que era uma piada e basicamente quando você dá um cartão como aqueles você está querendo dizer  ‘Você é péssimo no que faz, devia procurar fazer outra coisa’. E então ele achou engraçado e eu disse ‘você devia dar esse cartão para Kristen!’ e ele disse  ‘É,é engraçado, vou dar ele para Kristen!’. Depois encontrei com ele e perguntei se ele tinha dado o cartão para Kristen e ele disse ‘Dei, e agora ela tá com raiva de mim!’ . Aí eu disse ‘Poxa vida!’ e então tive que ir até Kristen para explicar que eu tinha dado o cartão para Robert  e que era uma piada. E ela falou ‘deixa eu mostrar pro Chris Weitz’ e então deu pra ele, ele riu tanto e disse ‘Vou guardar isso!’.”

Fonte: TwiZoneBrasil


 
Voltar

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.