Entrevista com Christian Serratos

18/07/2010 14:59

 

Exclusivo: Holofotes de Twilight na Atriz Christian Serratos

Image and video hosting by TinyPicCom a paixão em torno de Eclipse, é fácil esquecer todos os seres humanos, exceto a mais desejada de todas – a Bella de Kristen Stewart. Mas há os outros, desde o surgimento da atriz Anna Kendrick como Jessica até Billy Burke como Papai Swan. E então há a Angela Webber da atriz Christian Serratos, que reflete o time de nerds do filme.

Após a atriz de 20 anos, Serratos, participar da Saga Crepúsculo, ela começou uma turnê certificando-se de que os outros humanos além de Bella não fossem esquecidos. Então ela fez isso em Nova York em outubro passado e também teve tempo de posar nua para o PETA. E alguns dos seus momentos de cinema revelam lampejos de seu real talento – parte do que ela explica nesta entrevista exclusiva realizada durante uma dessas turnês.

Embora novamente tenha um tempo limitado na terceira parcela da Saga, Serratos não só testemunhou o fenômeno Crepúsculo de dentro para fora, como sentiu o brilho desse refletor quente que Kristen Stewart e Robert Pattinson foram submetidos.

Q: Agora que vocês conhecem os personagens, vocês simplesmente atuam ou ensaiam?

CS: Nós definitivamente estudamos por mais de uma vez as nossas falas e trabalhamos juntos, mesmo fora do set, quando queremos. Os ensaios são apenas reais para obter a atuação correta. Assim, os Cullen e os vampiros têm que lidar com isso.

Q: O clima no set mudou já que agora todos são como uma família ou houve mais pressão por causa do sucesso?

CS: Se alguma coisa mudou, foi por outro caminho. Quando todos perceberam o quão intenso era, todos se acalmaram e descontraíram. “Não vamos pensar nisso. Vamos fazer o que estamos aqui para fazer, fazer os fãs felizes e ir para casa.”

Q: Os scripts são limitados ou existem algumas coisas que você começa a improvisar?

CS: Um monte de improvisação foi literalmente nós tentando deixar os outros confusos. Isso acabou funcionando. É muito legal. É engraçado ver como as cenas acabam ficando.

 

Q: Parece que todos os atores construíram um sentido real de família.

CS: Sim.

Q: Sua personagem se perpetua ao longo da série.

CS: Sim. Tem sido ótimo. Todo mundo está definitivamente unido. Todo mundo é família, nós cuidamos uns dos outros. E todos nós tiramos sarro uns dos outros e isso é ótimo. Eu amo todos eles.

Q: Você sente que você aprendeu alguma coisa com os atores mais experientes em Twilight?

CS: Peter [Facinelli], que interpreta o pai, o Dr. Carlisle – ele é muito paternal no set. Mas todos nós aprendemos uns com os outros.

Q: Vocês tiram sarro um do outro no set?

CS: Sim. Elas não são especificamente planejados, nós só bagunçamos uns com os outros em geral. Eu geralmente sou escolhida pela maioria. Eu não estou brincando. Eu sou um alvo fácil. Eles gostam de bagunçar comigo.

Q: O que você fez para mergulhar neste universo todo vampírico?

CS: O que foi muito legal sobre esse projeto, em particular, é que não preciso disso. Quero dizer, nós fizemos e que faríamos, mas nós tinhamos o livro.

Q: Então você leu o livro antes?

CS: Ah, sim.

Q: Você conhece a autora da Saga, Stephenie Meyer?

CS: Sim, ela vem muito para o set. Ela é realmente o braço direito disso tudo. Ela é muito legal. Eu tive uma chance de conhecer seus filhos e conversar com ela sobre o filme e como ela o trouxe. Ela é muito legal.

Q: Alguma vez você já discutiu o seu personagem com ela?

CS: Sim. Ela me deu algumas dicas sólidas e materiais e nos disse um bocado sobre nossos personagens. Eu acho que muito do que ela nos disse agora é público e para que todos saibam das coisas de lá de dentro.

Q: Quem é seu personagem favorito de Twilight?

CS: Eu provavelmente seria Edward. Edward e Alice. Ele é como o cara perfeito sempre, e [ela] é bonita, atrevida e legal.

Q: Você já viu outros filmes com vampiros?

CS: Sim, eu vi outras coisas de vampiros, mas não necessariamente para aprender.

Q: Você viu Daybreakers, onde o suprimento de sangue está desaparecendo e todos os vampiros vão morrer porque estão perdendo a sua alimentação?

CS: Isso soa legal. Eu definitivamente quero ir assistir a outros filmes de vampiro. Eu acho que eu tenho que ver esse.

Q: O que você acha de todos esses programas de TV com vampiros como True Blood e Vampire Diaries?

CS: Eu acho que é legal. Um fenômeno vampírico. Eu não assisti nenhum deles. Eu realmente quero ver True Blood, porque isso é o que todos falam.

Q: Você tem algum projeto dos sonhos que gostaria de fazer?

CS: Claro. Estou muito aberta a qualquer coisa. Eu adoraria interpretar alguém que está louco ou algo assim, apenas para que eu possa sair da “pessoa estranha”. Eu gosto de um super-herói. Eu sei que é irônico. É onde estamos, mas sério, seria muito legal interpretar um super-herói.

Q: Você é fã de anime?

CS: Não. Eu não sou uma grande fã de livros em quadrinhos. Eu sei as típicas – Homem-Aranha e Mulher-Maravilha e Storm e essas coisas. Mas não me pergunte nada, porque eu não sou boa nesse tipo de coisa.

Q: Você é fã de algum personagem específico?

CS: Eu acho que se sou fã, seria [I Love] Lucy. Eu tenho um monte de coisas da Lucy.

Q: E que tal estar em um filme biográfico da Lucy?

CS: Isso seria tão legal. Eu conheço todos os episódios. Outra coisa legal seria Friends. Eu vi cada episódio por milhares de vezes. Eu os vejo pela quinta vez, cada episódio, e eu ainda acho que eles são engraçados.

Q: Quando você pensa sobre o seu próximo projeto, você quer uma comédia?

CS: Eu realmente gosto de comédia. Seria divertido. [E] Eu definitivamente gostaria de fazer algo um pouco mais dramático.

Q: Você também canta, né?

CS: Sim. Fiz uma pausa quando eu entrei em Twilight porque pegou um pedaço grande de tempo. Vou voltar a fazer isso, porém.

Q: Quais são suas influências?

CS: Eu escuto The Mars Volta e Fiona Apple todo dia. Eu acho que se você escreve música, você escreve o que você ouve e você não poderia escrever de outro gênero. Então, essas são as duas que eu costumo usar.

Q: Você já pensou em ponte entre os seus dois interesses e fazer musicais?

CS: Isso seria muito legal. Teria que ser realmente uma bomba musical.

Q: Um musical vampírico?

CS: Um musical vampírico. Isso seria muito legal. Eu seria até uma coisa assim. Teria que ser algo realmente assustador, como Repo The Genetic Opera. Eu acho que se ele vai ser um musical, tem que ser realmente apavorante.

Q: Você consegue imaginar um Twilight musical?

CS: Imaginar Robert [Pattinson] cantando como Edward Cullen? Isso seria legal.

Q: Quem mais você admira?

CS: Eu amo a Sandra Bullock. A acho realmente muito bonita. Chelsea Handler, embora ela seja mais do que uma comediante, mas eu ainda amo. Ian McGregor – eu o amo. Parker Posey… São tantos.

Q: Você tem atores que você admira e que gostaria de trabalhar? Eu posso ver você fazendo algo do tipo Parker Posey, que faz todos os tipos de papéis interessantes.

CS: Sim, e é por isso que eu amo. Não há nada de normal sobre as coisas que ela escolhe. Eu acho que você tem que ter coragem para fazer algumas das coisas que ela fez.

Q: Qual seria a única pessoa, a escolha que você acha que seria mais improvável?

CS: Provavelmente Parker Posey. Ela é provavelmente o número um na minha lista, mas eu acho que é inusitado por causa das coisas que ela escolhe.

Q: Há diretores que você gostaria de trabalhar?

CS: Gus Van Sant seria realmente fantástico. Eu gosto de Gus Van Sant. Eu gosto de Steven Soderberg. O cara que fez O Labirinto do Fauno – Guillermo del Toro. E Steven Spielberg, naturalmente, apenas porque ele é Steven Spielberg. Mas uma lista gigante com pessoas. Eu queria trabalhar com a Catherine Hardwicke antes de trabalhar com ela [Diretora Do Filme Twilight], então eu pude riscar da minha lista, foi muito legal.

Q: Você gostaria de trabalhar com ela novamente?

CS: Oh Deus, sim. Eu amo Catherine.

Q: Quem te deixa animada quando você tem uma reunião de negócios?

CS: Os executivos de America’s Next Top Model. Vi-os numa festa da US Weekly e eles foram fabulosos. Eu nem sequer consegui chegar perto deles. Eu só queria assisti-los, ver como eles trabalham, para que eu possa imitá-los. Eles são tão legais. Amo esse programa de TV.

Q: Você é reconhecida pela série Twilight, ou pela Ned’s Declassified School Survival Guide?

CS: Geralmente é quando eu estou em um ambiente orientado para Twilight. Eu vou em um monte de Twi-Cons e sou reconhecida bastante. Mas eu não uso os meus óculos no dia a dia. Esses são os que eu usei no filme. Assim é muito fácil. É só tirar os óculos.

Q: Você não sofreu muito com a imprensa, certo?

CS: Não é tão ruim. Tem havido alguns incidentes. Você acha que pode facilitar para eles, mas não, é difícil.

Q: Você mantém os fãs em mente ao fazer filmes?

CS: Claro que sim. Quando começamos a trabalhar nisso, todos nós fizemos nossa pesquisa. Fomos na internet e vimos o que os fãs tinham a dizer, porque este é definitivamente um filme de fã. Nós amamos os fãs.

Q: Houve alguma coisa em que um fã a deixou nervosa?

CS: Havia um rapaz em Vancouver. Eu nem acho que ele era fã. Eu não cheguei perto o suficiente para perguntar. Ele sentou-se do lado de fora do nosso hotel. Tinha uma Starbucks na rua, então nós íamos lá todos os dias. Ele me seguia.. Minha amiga foi para Vancouver, e eu disse para ela. Estávamos nos divertindo com isso e tentando ficar longe dele. Nós fomos atrás da Starbucks no beco, para ir para o hotel, porque é um do lado do outro. Então estávamos andando, porque nos perdemos dele. De repente, ele surge do beco.

Q: Você esteve em Hannah Montana?

CS: Eu estava em um episódio e em uma cena. Alexa – que era o nome do personagem. Eu estava dando uma festa e eu queria convidar a todos, foi isso.

Q: Foi um grande ajuste morar em Vancouver?

CS: Não, eu amo viajar. Eu adoro ir a outros lugares. Pode ter sido difícil quando eu cheguei lá, como era na Alemanha. Mas eu não me importo. Eu gosto de ver lugares novos. Às vezes, estamos lá apenas por um milésimo de segundo e tudo o que você começa a ver são as coisas de dentro de um táxi indo para o aeroporto. Eu ainda acho que é legal. Você anda com souvenirs, como as diferentes moedas e outras coisas. É divertido.

Q: Você tem jet lag quando viaja pelo mundo?

CS: Eu não faço mais. Eu acho que eu comecei usar para forçar-me a dormir em um determinado momento porque eu tenho que acordar cedo.

Há dias em que definitivamente me sinto muito cansada e sinto que vou desmaiar. Outros dias eu estou muito bem.

Você tem que acordar por volta das 4:00 da manhã. Então, às vezes ficamos como: “Não, não estamos levantando”. É por isso que é bom ter todos os que vivem ao lado de vocês nesta grande casa. Eles simplesmente espancam em sua porta. Eu não sei quantas vezes temos de acordar todos os outros batendo na porta, meio dormindo, e dizendo: “Levante-se”.

Q: Quanto tempo você tem para fazer entre outros projetos e oportunidades que têm sido aberturas para você?

CS: Muitas portas são abertas. Há uma série de oportunidades que aparecem em nosso caminho, o que é ótimo. Mas eles estão fazendo estas tão rápido que ninguém tem tempo para fazer mais nada. Quando o fazem, é muito bem planejado e coordenado. Então não há realmente nenhum tempo para coisas aleatórias.

Q: Você vai fazer papéis mais arriscados, outros com mais sexualidade ou nudez em si?

CS: Eu não sei muito sobre isso. Mas eu não me importo. A nudez? Eu sinto que é super-importante quando se trata de alguns projetos, e eu acho que é completamente ridículo e estúpido quando se trata de outro. Por isso, iria depender.

Fonte: Huffingtonpost


 
Voltar

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.