Entrevista com Charlie Bewley falando sobre a Carreira, Eclipse e as Fãs...Brasileiras!

12/07/2010 18:21

 

Charlie Bewley não sabia o que ele era na história quando ele se inscreveu para interpretar Demetri em Twilight Saga. Ele não tinha lido os livros, ao invés disso ele confiou emsuas amigas para lhe darem dicas sobre como interpretar o personagem do livro. Ele conversou conosco recentemente sobre o novo filme de Twilight – Eclipse e a sequência,Breaking Dawn.

Qual é a sua parte preferida de estar envolvido com a Saga Twilight?

CB: A melhor parte de Twilight é que abre muitas portas, profissionalmente falando, realmente abre. Tanto na publicidade quanto um maior apoio em novos filmes e outras coisas. Eu tive tantas grandes oportunidades desde que adentrei neste filme.

Você leu os livros antes de fazer o filme?

CB: Não, eu não tinha não. Eu recorri à uma rede de amizades femininas para reunir informações sobre Demetri e com isso fui para o teste – com toda a informação que haviapor aí. Mas é óbvio que tendo obtido o papel, é preciso que você se eduque quanto ao que está acontecendo.

Você estava ciente de quão popular os livros e os filmes eram?

CB: Eu não tinha ouvido falar dos livros antes do filme sair. Quando o filme saiu eu me lembro daquela cena em que Rob [Pattinson] amassa o carro. Ele não parecia o tipo de filme em que eu estaria interessado. Eu me lembro de alguém dizendo: ‘Oh meu Deus, acabo de ver este filme, e tem esse cara nele e toda vez que ele aparece na tela todas ficam sem ação em seus assentos’ e então eu percebi que isso era uma coisa inerente nas mulheres, que elas realmente gostam deste cara. Então a partir daí, talvez, quatro meses depois eles começaram a juntar o elenco e à medida que o tempo foi passando eu meio que entendi essa coisa que Twilight causava, mas isso não foi nem perto da loucura quanto foi na época em que se começou a filmar New Moon. Então eu realmente entendi, depois de ter pesquisado on-line, como foi grande o interesse no novo elenco e eu era agora parte disso, então eu realmente entendi que isso era algo enorme que estava acontecendo comigo.

 

Você ficou nervoso ao se juntar a um elenco já estabelecido?

CB: Qualquer experiência que eu entrar, eu vou nisso com um pouco de expectativa, porque eu quero viver isso de acordo com tudo que eu espero que seja, mas eu não acho que eu estava, em qualquer ponto, nervoso, mas a primeira cena, quando começaram a filmar, foi uma coisa meio estranha para acontecer a qualquer um – foi a cena do elevador. Estávamos todos apertados juntos no elevador e esses caras, você não os conhece, você apenas se encontrou com eles rapidamente e os conhece a partir de capas de revista. Então, sim, é muito estranho, mas você tem que acalmar, concentrado em seu trabalho e fazê-lo. Todos eram realmente atenciosos.

Você se preparou para os fãs loucos?

CB: É claro que há fãs malucos, e em nenhum lugar são mais loucos do que no Brasil, tenho que te dizer! Eu estava preparado para isso, sim, mas eu nunca tinha experimentado, então eu não sabia como ia ser. É bem louco. Eu estava em Birmingham para uma convenção e o interesse dos fãs pelos personagens realmente se intensificou então você acaba ficando mais e mais pessoal com seus fãs. É maravilhoso, é uma pequena parte dessa coisa, é algo que eu abraço ao invés de combater. Os fãs de Twilight são essenciais, então se doe para eles o quanto você puder… Sem razão!

O que podemos esperar do filme, Eclipse?

CB: O Eclipse é o meu livro preferido porque é tão bruto, é focado sobre o próprio impulsos primários dos vampiros e dos recém-nascidos. Estou esperando do [diretor] David Slade – que é ótimo para captar o temperamento dos vampiros – uma espécie de filme thriller muito bruto.

Seu personagem Demetri é um perseguidor. Que poder de vampiro você escolheria?

CB: Não há substituto para a velocidade, e eu sempre disse isso por eu ter sido um jogador de rugby. Os vampiros são muito, muito rápidos, então ter uma velocidade insana é algo pelo que eu sempre fui obcecado. Em Eclipse fazemos certas manobras que desafiam a gravidade então eu provavelmente também iria querer algo assim. Seria legal uma viagem ao redor do mundo voando, ao invés de andar no chão. Voar é algo que eu sempre quis fazer. Portanto, se os vampiros podem voar, sim, quero isso!

Como você se prepara para interpretar um vampiro?

CB: Bem, você se concentra no que são os seus instintos básicos. Você não pensa ‘Ooh Eu sou um vampiro!’ e se torna um. É como se eu fosse simplesmente pensar “Oh, eu sou um homem inglês.” Não é o jeito que você trabalha, na verdade. Você pensa o que vampiros fazem e que sobrevivem de sangue humano. O trabalho que faço como um vampiro é que eu sou um guarda para o que é, essencialmente, a máfia de seu mundo de modo que é apenas o meu trabalho. Você não anda por aí pensando, “seja mau!”, Na verdade é o oposto, Demetri tem todos esses poderes insanos, mas eu tenho que interpretar um vampiro encantador muito carismático. A maneira que eu preparei Demetri foi interpretá-lo encantador, e isso que é o mais perturbador de alguém assistir.

O que você espera que você vai lembrar de toda essa experiência em cinco anos?

CB: Eu acho que Twilight terá um enorme legado, eu não acho que depois de Breaking Dawn a onda termina aí. Estou certo de que haverá spin offs e talvez mais livros a serem escritos. Talvez em dez ou quinze anos eu olhe para trás com um carinho enorme para o que foi o trampolim enorme de minha carreira e que ,espero, me leve a lugares onde eu quero estar. Estou tão feliz por fazer parte dessa coisa, eu estou sem palavras. Isso me deu independência financeira , o que me permitiu perseguir meus criativos sonhos, sem limitação. Serei sempre grato a Twilight como a série de minha vida por causa disso. Quanto ao personagem que eu interpreto, eu realmente espero que eu possa pegar coisas dele e levá-las a outros personagens. Demetri é um personagem pelo qual sou profundamente apaixonado. É uma pena, pois ele é um personagem muito mais profundo do que alguns dos outros personagens principais de Twilight. Espero que eu possa carregar isso adiante e espero levar isso em outros personagens que eu interprete.

Fonte: https://community.livejournal.com


 
Voltar

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.