‘Eclipse’ tem cenas engraçadas e tensão, adianta ator Taylor Lautner

25/06/2010 15:27

Ator vive Jacob Black, lobisomem da saga adolescente ‘Crepúsculo’. Terceiro longa-metragem da série estreará no Brasil na próxima quarta (30).

 

O ator Taylor Lautner, em 'Eclipse'.

O ídolo teen Taylor Lautner faz o lobisomem Jacob Black em “A Saga Crepúsculo – Eclipse”, um romance sobre vampiros em que ele compete com o imortal Edward Cullen (Robert Pattinson) pelo amor da colegial Bella Swan (Kristen Stewart)

No filme, que estreia no próximo dia 30, a rivalidade entre Jacob e Edward pelo amor de Bella Swan, a personagem central da franquia “Crepúsculo”, culmina em uma cena em que os três se refugiam juntos em uma barraca.

Ostensivamente, eles estão ali para refugiar-se de um bando de vampiros que está caçando Bella, mas a cena, no alto de uma montanha, também aprofunda o triângulo amoroso entre Edward, Bella e Jacob.

Descobrimos que a pele fria de um vampiro não é tão boa para proteger Bella contra a hipotermia quanto o sangue quente de lobisomem de Jacob, questão que o filme deixa clara com diálogos curtos – que deixaram o público gargalhando nas primeiras exibições prévias do filme.

No filme, o terceiro da franquia, o personagem de Lautner faz parte de um bando de lobos sobrenaturais. O ator de 18 anos conversou com a agência de notícias Reuters sobre a cena na barraca, suas muitas cenas sem camisa no filme e seu encontro mais estranho com uma fã de “Crepúsculo”.

Não faltam momentos irônicos em “Eclipse”. Você gostou disso?

Taylor Lautner – Sim, adorei. Porque, quando você junta Edward e Jacob, não pode deixar de haver aquele sarcasmo, aquela tensão. Mas acho que a cena na barraca resume o filme inteiro. É extremamente tensa; os dois se odeiam. Ao mesmo tempo, porém, a situação é superengraçada.

Algumas pessoas poderiam dizer que você é objetificado nesse filme, porque aparece sem camisa em tantos momentos. Isso o ajuda a entender como se sentem as atrizes em filmes feitos para o público masculino?

Taylor Lautner – Eu sinto apenas que o amor todo que é voltado aos membros do elenco (de “Crepúsculo) é amor voltado aos personagens. No caso de Megan Fox e Jessica Alba, me desculpe – elas são maravilhosas. Elas simplesmente são, e elas fazem muitas personagens diferentes em que são lindas. Eu simplesmente tenho a sorte de estar representando Jacob, um cara que não usa camisa, e acho que aquele amor todo é dedicado a Jacob, não a mim, pessoalmente.

Kristen Stewart e Lautner em cena do novo filme: cresce  tensão entre personagens.

Ouvi dizer que você teve um encontro maluco com uma fã de “Crepúsculo” num evento na Austrália onde estava dando autógrafos. Daria para falar sobre isso?

Taylor Lautner – Cheguei a uma fã que tinha a tatuagem do Bando de Lobos no braço. E eu falei algo tipo “uau, isso é muito cool. É uma tatuagem de verdade! É de verdade?” E ela: “É sim”. Ela falou: “Dá pra você autografar aqui mesmo?” Eu disse “claro.” Eu tive uma impressão forte com aquilo, e Kristen chegou a prever. No dia seguinte um de meus amigos me telefonou perguntando se eu tinha autografado o braço de uma garota, e eu disse “sim, autografei os braços de um monte de garotas”. E ele falou: “Uma delas tatuou seu autógrafo no braço dela.” E eu disse: “Foi a garota da tatuagem.”

Sua família se mudou do Michigan para a região de Los Angeles para ajudar você a levar adiante sua carreira de ator. Você sentiu mais pressão por conta disso?

Taylor Lautner – Eu tinha tipo 10 anos de idade quando me mudei. Eu só pensei “isto vai ser divertido, minha família vai se mudar para a Califórnia, vai ser o máximo”. Eu não me dei conta dos sacrifícios que eles encararam e de tudo o que estava envolvido na mudança. Hoje, olhando para trás, eu penso “uau, ainda bem que deu certo”, porque se não tivesse dado certo não teria sido legal.

 

Fonte: G1.com

Voltar

Pesquisar no site

© 2010 Todos os direitos reservados.